A Propaganda Laicista e a Perseguição aos Cristãos

Alguns raciocínios fazem mal, geram o mal. Mas muitos deles não se apresentam como tal. Ao contrário, se apresentam como raciocínios "democráticos", modernos, e até virtuosos. Os discursos de ditadores são sempre assim. E não falta quem repita a cantilena dos ditadores disseminando o mal quase por idiotice, por falta habitual de virtude real. São os pregadores de ocasião.

Carros alegóricos do carnaval da Alemanha Nazista: os judeus
são motivo de chacota. Toda ditadura cria inimigos comuns
através da disseminação de preconceitos contra grupos
indesejados para criar sua hegemonia. Seja porque querem seu
dinheiro, seja porque denunciam sua ditadura. É preciso ter
cuidado com a perseguição dissimulada e subliminar
constante. Veja mais sobre a perseguição
da ditadura nazista aqui. E o básico sobre democracia aqui.
A imprensa pode trabalhar a favor dos ditadores ou a favor da democracia dependendo dos raciocínios que defenda, da maneira como apresente as matérias e quais matérias prefira apresentar.

Por exemplo, a imprensa teve um papel relevante na criação e multiplicação do preconceito que levou ao massacre de Ruanda.

Outro exemplo: a perseguição aos cristãos do Iraque em curso,(veja aqui) tem sido noticiada preferencialmente como "americanos bombardeiam Iraque" porque é melhor para a ditadura dissimulada de esquerda que já controla universidades e meios de comunicação por aqui, falar do "imperialismo" do que falar das perseguições às minorias religiosas. E isto mesmo sendo a religião um direito humano ao qual toda grande imprensa deveria estar sempre defendendo.

Criação do Preconceito Pela Imprensa no Dia a Dia

Ontem, um famoso âncora e radialista, que ama apregoar, como um pastor entusiasmado, o seu ateísmo que é, na verdade, a sua religião, afirmava como era um absurdo que o Governo desse dinheiro para entidades religiosas que cuidam dos dependentes químicos.

Que era um absurdo obrigar os drogados a assistir aula de religião mesmo que isso fosse parte do sistema terapêutico. Parece lógico? Bem, com que ênfase isso foi dito! Que pregação! Quantos risinhos...

No seu raciocínio usou a "lógica" de que o hospital de origem judaica Albert Einstein não poderia tratar só os judeus e do mesmo modo o Hospital Sírio Libanês não poderia atender somente a pessoas desses países. Parece tão humanitário e tão lógico não é? Aliás conjectura sem fundamento porque em geral é apenas preciso ter dinheiro para ser tratado nesses hospitais de excelência.

Mas quem falou de quem se acolhe para tratar? As clínicas não negam atendimento conforme a religião. Estava-se falando de quem pode receber dinheiro do Estado!

Bem, com essa aparente lógica, ( não me pergunte como) se legitima que não se pode dar dinheiro para clínicas religiosas de atendimento a dependentes químicos.
Na perseguição aos cristãos no Iraque as crianças
tem as cabeças decepadas na frente dos pais e
depois as cabeças são colocadas em postes. Mas
parece que isso não é matéria para um certo tipo
de imprensa porque teriam que falar da perseguição
 às minorias religiosas e talvez alguém reconhecesse
em suas matérias os mesmos preconceitos. 

Então uma clínica, não religiosa,  pode receber dinheiro do Estado mesmo que atenda mal e produza desvios de dinheiro por exemplo e uma clínica religiosa com bons resultados no tratamento de dependentes químicos não pode receber dinheiro do Estado porque é religiosa?

Fazer esse tipo de campanha é o papel da Imprensa?  A imprensa devia era estar lutando para que todo o SUS tivesse a excelência desses hospitais famosos e não cooptando pessoas contra este ou aquele grupo de modo irresponsável por frivolidade e superficialidade ou interesse comercial.

Não percamos mais tempo com essa lógica que busca um sensacionalismo de ocasião desse jornalismo que quer substituir notícias por opiniões pessoais.


Aqui o que gostaríamos de chamar atenção é para essa propaganda, dissimulada, vestida de raciocínios que advogam o "Estado Laico" quando na verdade é uma campanha laicista, que é o fanático do laico: se você tiver uma religião é um louco fanático que atira bombas. Nada de Irmã Dulce e demais santos, é tudo fanático.


A verdade é que o laico é um democrata que aceita a contribuição de todos exigindo resultados, não uma carteirinha do clubinho ideológico. Ah! como é bom o anúncio da Petrobrás e da Caixa Econômica ligados ao governo laicista!

A verdade é que o Estado laico pode dar dinheiro a qualquer entidade de qualquer denominação, desde que ela apresente RESULTADOS. O Estado Laicista exige primeiro que não se tenha religião. E apresenta isto como "virtude", mas é meio de cooptação para seus interesses de modo ditatorial: quer impor sua visão anti-religiosa. Deve-se perguntar o porque disso, o que contém a visão deles que é tão alérgica a religião? Será que é só mesmo uma questão de progresso científico? Não existe nisso uma coisa maior? 

Se fosse realmente democrático e laico o raciocínio do radialista acima, não se buscaria  o não dar recursos para uma entidade simplesmente por ela ser religiosa, mas porque apresenta ou não resultados. Isto é o que realmente acontece numa democracia e num estado laico.

Sabe-se que o PT tem um projeto em Brasília para tornar o Brasil um país ateu em 10 anos. E para isso privilegia certo tipo de imprensa. Ora, quem faz esse jogo laicista, apoia a perseguição às minorias religiosas de modo cotidiano e dissimulado e está colaborando para a formação de preconceitos e perseguições que podem vir a ser muito maiores, muito mais negras. Não é só o Estado Islâmico, o fanático muçulmano que pode perseguir os que tem outra religião, mas os fanáticos do laico, o laicista também podem perseguir quem não aceita o seu dogma laicista. E é isto que está acontecendo aqui.

A História tem demonstrado que a perseguição aos religiosos é sempre a ante-sala das ditaduras. Os nazistas fizeram isso e deve ficar na nossa memória como tudo começou com uma chacota de carnaval, até a condenação dos modos, exclusão e extermínio. Veja aqui.

Criança morta no Iraque na atual perseguição aos cristãos
de várias denominações e outras minorias. Perseguição
que tem sido negligenciada pela imprensa ou apresentada
sem se referir à perseguição aos cristãos e outras minorias. 
Agora estamos vivendo no Iraque uma perseguição às minorias religiosas por radicais islâmicos. Ah! É uma briga com fachada de disputa religiosa mas envolve estado e outras forças sociais que também demonizaram as minorias e em torno delas comemoram o extermínio do "inimigo". Veja aqui. Será que o senhor âncora quer isto aqui no Brasil?

Viva a democracia! O Estado de Direito! Os Direitos Humanos inclusive o direito à liberdade religiosa. Por uma imprensa livre do controle estatal, ideológico e comercial!


ORAÇÃO PELO POVO DO IRAQUE
Senhor,
a situação do nosso país é difícil
e o sofrimento dos cristãos é pesado e nos assusta,
por isso, nós Te pedimos, Senhor
Que olhes por cada um de nós,
dai-nos paciência e coragem para continuarmos a testemunhar
os nossos valores cristãos com confiança e esperança.
Senhor a paz é a base de qualquer vida;
dá-nos paz e estabilidade para viver uns com os outros
sem medo, ansiedade, com dignidade e alegria.
Glória a Vós para sempre.
D. Louis Raphael I Sako
(Patriarca dos Católicos Caldeus)

- See more at: http://wearechristians.info/#sthash.v4f50k1H.dpuf

Saiba mais sobre a perseguição aos cristãos aqui.

E aí Comunidade Internacional?