Cartaz Páscoa 2017 para Colorir

Vamos Colorir o Cartaz da Páscoa de 2017?

A última moda agora é decorar as portas das casa com os símbolos da nossa fé. Que tal decorarmos a nossa porta com um cartaz colorido pelos nossos filhos ou netos nesta Páscoa. Faça o download gratuito do cartaz e divirta-se com sua família fazendo o cartaz da sua porta.





Exercício para Reprodução Livre - Não é Necessário Citar esta Fonte. 

Confissão: Exame para Adquirir Bons Hábitos

EXAME PARA ADQUIRIR BONS HÁBITOS

1. Aceitei, sem reclamar, os sacrifícios, as privações, e a oposição de hoje?

2. Apesar de algum descontentamento ou oposição, mantive o rosto, sereno e feliz?

3. Eu rejeitei prontamente qualquer sugestão ou incentivo para o mal?

4. Dominei minha hipersensibilidade, imaginação e susceptibilidade para evitar tornar tudo o que acontece algo relacionado a mim mesmo porque isto é egoísmo e é irreal? Reconheço o direito e os interesses dos outros?

5. Deixei de cumprir algum dever por motivo fútil?

6. Fui egoísta preferindo o meu gosto, o mais fácil ou o mais cômodo?

7. Segui as resoluções praticadas na minha última meditação?

8. Fui fiel ao meu dever mesmo sentindo tédio, estando árido para rezar, decepcionado, etc.?

9. Reagi a uma sensação de apatia?

10. Sou honesto em todas as ocasiões?

11. Indevidamente encurtei o tempo das minhas tarefas e deveres?

12. Perdi alguma coisa por negligência, hoje?

13. Vivo preocupado com o julgamento que os outros darão ao meu trabalho, modo de ser ou aparência?

14. Sou capaz de converter o trabalho em oração por realizá-lo com virtude cristã? Desejo isto realmente?

15. Eu tentei trabalhar o menos possível?

16. Quanto tempo eu perdi em curiosidades e atividades mesmo aquelas que em si mesmas não são um mal, mas que me desviam de minhas metas?

17. Tenho temperamento volúvel, mudando gostos, desejos, já não querendo o que primeiro desejava?

18. Fiz bem o que devia ou “chutei e mandei”? Estudei com profundidade e consciência? Colei? Fingi que estudei, que sabia, que aprendi, que ensinei? Assinei trabalhos que não fiz? Copiei e colei assumindo como de minha autoria o trabalho dos outros?

19. Eu realizei hoje o que o Senhor me dá a inspiração de fazer?

20. Eu evitei as ocasiões de ofender a Deus, ou de faltar à minha obrigação?

21. Eu preciso limpar meu coração de qualquer antipatia, frieza, amargura, ressentimento?

22. Eu imediatamente removo qualquer sentimento de egoísmo ou amor próprio, que se queira meter nas minhas boas intenções?

23. Eu rejeitei ressentimentos para com aqueles que me enganaram ou me entristeceram?

24. Descartei pensamentos que renovam em mim impressões desagradáveis?

25. Tenho aproveitado algumas oportunidades para fazer serviços que nunca serão reconhecidos?

26. Observei as regras da modéstia e discrição?

27. Eu me mantive interiormente calmo, em qualquer situação?

28. Silenciosamente suportei as faltas dos outros?

29. Quantas ações boas eu fiz hoje, em espírito de amor e reparação para com Deus?

30. rabalhei bem mesmo quando ninguém estava presente ou quando sei que não haverá louvor eu relaxo no que deveria fazer?

31. Hoje eu dei a maior glória ao Senhor que me era possível dar?

32. Mortifiquei os olhos, a língua e o gosto?

33. Deixei todas as coisas que usei hoje em ordem?

34. Quando falei hoje, pensei antes no que ia dizer?

35. Quantas vezes eu falei alto, fui vulgar no trato com os outros, contei obscenidades ou as ouvi de bom grado?

36. Presumi que me desejavam sexualmente, que cobiçavam minhas coisas, que sabia o que os outros pensavam criando - a partir daí - cobiças, invejas e maledicências imaginárias que prejudicaram a vida em sociedade?

37. Quando eu tenho que falar, faço isso com educação, em poucas palavras, com modéstia e humildade?

38. Fiz alguma confidência ou disse coisas inapropriadas para estranhos?

39. Quando me disperso sou capaz de parar, pelo menos interiormente, para voltar a ter domínio sobre mim mesmo?

40. Tenho acalentado na mente, o pensamento de outros lugares, de outras situações onde eu acho que viveria melhor? Compreendo que minha vida cotidiana é aqui e agora, que é onde Deus quer que eu esteja e é aí que tenho que atuar, santificando a vida corrente?

41. Eu cuidadosamente pratico o recato?

42. Fiquei em silêncio, externa e internamente? Compreendo que momentos de silêncio evitam a dissipação e a falta de domínio pessoal que nos leva a cometer tantos erros?

43. Eu ofereci a Deus cada uma das minhas principais atividades?

44. Eu li a Bíblia com fé e devoção?

45. Eu me lembro da presença de Deus o número de vezes definido por mim?

46. Descarto, imediatamente, da mente, pensamentos inúteis ou perigosos?

47. Influí positivamente em todos à minha volta com uma atitude otimista, de fé?

48. Tenho me mantido na presença de Deus, especialmente nos momentos de oração?

49. Eu compreendo que Deus quer a minha presença no trabalho, na escola, no estudo, em família, na vida em sociedade com a luz das virtudes cristãs?

50. Ao longo do dia, elevei a Deus uma jaculatória? Quantas orações eu fiz hoje, sem me colocar primeiro na presença de Deus?

51. Quantas ações boas eu explicitamente ofereci a Deus por uma intenção especial?

52. Eu consagrei a Deus em pensamento, ações indiferentes, tais como refeições, recreação, sono?

53. Quantas vezes invoquei o Espírito Santo para ser recomendado, consolado, fortificado?

54. Na oração tenho usado livros ou outros meios, para apoiar a minha atenção?

55. Na dificuldade ou dúvida, eu humildemente peço conselho ao meu confessor, pai ou amigo confiável?

56. Quantas ações, problemas, mal entendidos de hoje, eu ofereci a Deus, para expiar meus pecados de orgulho?

57. Tive o cuidado de esconder o que eu prefiro para cooperar com a vida em família?

58. Quantas vezes eu fui capaz de sofrer em silêncio, para não fazer os outros sofrerem?

59. Hesitei em rejeitar qualquer tentação?

60. Eu tenho sido capaz de cobrir todas as minhas imperfeições, com o manto da humildade e da caridade?

61. Tive a indelicadeza de revelar aos outros, o que me foi dito em confidência ou pelo meu chefe?

62. Ouvi com indiferença ou com desgosto, instruções, conselhos, as disposições dos meus superiores, com o risco de chocar os outros?

63. Disse palavras ásperas, demonstrei falta de tato ou tratei de outra forma dolorosa os outros?

64. Depois de uma falta de respeito fui capaz de pedir desculpas?

As Obras de Misericórdia

As Obras de Misericórdia

Espirituais

1.       Dar bom conselho.
2.       Ensinar os ignorantes.
3.       Corrigir os que erram.
4.       Consolar os aflitos.
5.       Perdoar as injúrias.
6.       Sofrer com paciência as fraquezas do próximo.
7.       Rogar a Deus pelos vivos e defuntos.

Corporais

1.       Dar de comer a quem tem fome.
2.       Dar de beber a quem tem sede.
3.       Vestir os nus.
4.       Dar pousada aos peregrinos.
5.       Visitar os enfermos e encarcerados.
6.       Remir os cativos.
7.     Enterrar os mortos.