Continuam os protestos dos militares amotinados

ÁFRICA/COSTA DO MARFIM - Continuam os protestos dos militares amotinados; em Odienné o Bispo se une à mediação

Abidjan (Agência Fides) - Continuam em Abidjan e Bouaké os protestos dos militares que tomaram as ruas atirando no ar e aterrorizando a população.

Os amotinados pedem o pagamento do restante do bônus concedido pelo governo em janeiro, quando houve um motim semelhante (veja Fides 19/1/2017).

De acordo com informações enviadas à Agência Fides, em Odienné, o Bispo local, Dom Antoine Koné falou junto com o chefe do cantão para convencer os militares amotinados a ir à delegacia de polícia local para devolver alguns veículos roubados e parar com o tiroteio nas ruas.

Os jovens de Odienné, exasperados com a forte perturbação causada à vida civil, estavam prontos para tomar as ruas, mas foram dissuadidos pelo Bispo e pelas autoridades. As negociações com os amotinados continuam a fim de que em Odienné possa restabelecer a calma.

A situação econômica da Costa do Marfim se deteriorou por causa da queda dos preços do cacau, principal fonte de renda do país. (L.M.) (Agência Fides 15/5/2017)





Obrigado por compartilhar esta postagem em sua rede social.